28/11/2021 20:21

REUNIÃO DEFINE EMPRESA RESPONSÁVEL PELA PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR DOS SERVIDORES


1

Uma reunião, realizada na tarde desta segunda-feira (13), definiu a empresa que deve assumir a Previdência Complementar dos servidores de Lucas do Rio Verde. O encontro contou a presença do prefeito Miguel Vaz, do grupo de estudo para implementação da previdência, além do diretor executivo do Previlucas, Gilson Garcia.

Na ocasião, foram analisados os documentos da empresa, que foi a única habilitada no processo de seleção da escolha da entidade de previdência complementar. 

Com a empresa selecionada, o município realizará um convênio de adesão para ela gerir a previdência complementar dos servidores luverdenses. O resultado será publicado nesta terça-feira (14), nos diários oficiais. 

De acordo com o Previlucas, essa nova modalidade de previdência deverá complementar o salário do servidor público após a sua aposentadoria. Uma das vantagens apontada é que o servidor poderá sacar todo valor contribuído no final do período de contribuição.

A implantação da previdência complementar cumpre com o estabelecido na Emenda Constitucional nº 103, da reforma da Previdência de 2019, que tornou obrigatório a todos os Estados e Municípios brasileiros a pôr em prática a previdência complementar têm até 12 de novembro de 2021. 

Para cumprir a determinação constitucional, foi necessário elaborar um plano de ação com estudos e levantamentos, além da legislação pertinente aprovada pela Câmara de Vereadores e sancionada pelo prefeito Miguel Vaz.